Music Video:FIDELITY (by Regina Spektor)

Music Video Code provided by Video Code Zone

Resumo aqui meus pensamentos, descobertas, frustrações, alegrias, tristezas, desejos... escrever para mim é terapia.

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Pense...


Você tem de pensar nisso

Resolvi parar e escrever o que eu sinto para talvez você me entender melhor, ok?
Bom, sei perfeitamente que é cansativo e extremamente desgastante conviver com uma pessoa que muda de atitude e humor a todo o momento; mais tenho um opinião sobre isso.
O que posso dizer que todas(ou quase todas) as pessoas sentem e tem o desejo de ter ao seu lado um companheiro ou companheira perfeita, sim literalmente perfeito, perfeito para si sabe, porque uma pessoa perfeita para mim pode não ser perfeita para você e vice-versa.
Porque para mim bastam me dar carinho e atenção, me amar que eu aturo qualquer coisa, verdade, falo sério.
Todas as pessoas querem alguém que seja previsível, porque só a que convive com as imprevisíveis e constantes mudanças sabem como é difícil tê-las, como nos filmes que os personagens estão em busca de alguém assim diferente do mundo todo, que tenha algo bem diferente que logo vai rezar para ter alguém bem comum e sem surpresas a toda hora, como querer trabalhar e fazer aula de dança hoje e amanhã querer somente ficar em casa, não querer nada e querer abraçar o mundo num dia e no outro não querer fazer parte dele, assim sem motivo mesmo, sem explicação.
Bom conviver com alguém que está bem agora e logo está deprimido sem vontade de viver, apático e isolado e, ao mesmo tempo é alguém super doce, carinhoso, que se entrega totalmente para o outro sem medo do que virá é algo inexplicável mesmo, nada pode descrever essa montanha russa de sentimentos e conseqüências, ah sim elas vem em seguida.
Alguém um dia me disse que tinha o direito de viver com alguém normal ao lado, ter uma vida normal, sem altos e baixos(esses ninguém gosta de estar ao lado, porque nos altos até que somos divertidos, se não estivermos juntamente agressivos), sem deitar na cama ao lado de um deprimido filho da puta que fica só chorando e sendo egoísta, assim sem um bom motivo, somente acorda sem vontade de viver...
Que merecia ter alguém equilibrado ao seu lado, que não fala que está a fim de morrer mesmo...
Agüentar isso para o resto da vida é ser burro, é não ter coragem de dar uma chance a si mesmo, não querer mudar as coisas. Com certeza é querer afundar junto no barco que está na tempestade.
Bom... Mais tem um porém nisso tudo...
O que eu penso, e não é porque sou bipolar não, é porque eu acho que o amor vale a pena, sendo ele com alguém que precisa de ajuda ou com alguém que se cuida sozinho, não precisa tanto de você, porque não fica sempre mal, os dias são sempre iguais, pelo menos 99% deles.
Quando existe amor de verdade não existe abandono, porque deixar alguém é não amar.
Quando amamos verdadeiramente não conseguimos virar as costas e deixar o outro que se dane sabe, que toque a vida sozinho, sentindo-se muito mal porque foi deixado somente porque alguém não pode conviver com seu “mal” que atinge a todos.
Já viu filme tipo love story? Bom nesses filmes mesmo com alguém prestes a morrer o outro não se retira mesmo sabendo que vai ficar sozinho.
Adoro o filme “Doce Novembro”, meu filme predileto... Sabe porque?
Porque a mocinha encontrou um mocinho que a amou de verdade, que cuidou dela, queria estar ao lado dela, mesmo sabendo que ela ia morrer, mesmo ela estando doente.
Acredito que quando existe amor de verdade os dias podem ser bons ou ruins, mais só tem sentindo quando estamos ao lado de quem amamos, sejam esses dias maravilhosos, perfeitos mesmos... Ou dias que temos de tirar forças não sei da onde para dar a quem precisa, quem está triste e precisa muito de você...
Voce tem de pensar nisso o que é amor de verdade?
Se amar verdadeiramente nada disso terá grande importância, só a vontade de viver juntos para sempre.
(Escrevi esse desabafo por ser bipolar)







1 Comments:

Blogger linda said...

Os dias das pessoas consideradas normais,também não são 99,9 por cento bem, também têm dias aborrecidos e desanimados, só que se esforçam por pensarem nas coisas boas que têm, e não deixam a mente vaguear por aí,a natureza da mente é deter-se no que falta, no que está mal, no que deveria ser de outro modo, naquilo que não possui, e isso não é a nossa verdadeira natureza, a nossa verdadeira natureza, a natureza do coração, não precisa de nada dessas coisas complicadas para se sentir feliz. Entendes? Essa luta entre a tua mente o teu coração é que te causam esses altos e baixos e te impedem de ver-te a ti mesma, como tu és.
Quando a gente ama, a gente cuida, mas para alguém nos amar, nós temos que nos amar primeiro, então depois encontramos quem nos cuida, porque o amor atrai o amor.

25/9/07 13:02  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home