Music Video:FIDELITY (by Regina Spektor)

Music Video Code provided by Video Code Zone

Resumo aqui meus pensamentos, descobertas, frustrações, alegrias, tristezas, desejos... escrever para mim é terapia.

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

Graças a Deus!

Bom, o que tenho a dizer é isso sabe...
Tive um susto e tanto e muito medo sabe... na verdade não era medo de morrer mais do que iria acontecer comigo e com as pessoas que me rodeiam, caso eu estivesse com câncer.

Já sei quão complicada e com poucas chances de cura sabe, pois minha irmã caçula faleceu aos 5 anos com um tumor no cérebro, eu tinha 12 anos quando ela adoeceu, eu quem sempre cuidei dela, pois minha mãe sempre trabalhou fora, na época ela lecionava em uma escola em período integral, e eu sendo a irmã mais velha de 4 meninas cuidava das irmãs, tínhamos uma empregada, ela era muito boa, mais mesmo assim eu cuidava dela como minha filhinha, e ela me chamava de “mãezinha”, e de repente ela começou a ter muito sono, sua coordenação motora estava ruim e fomos ao médico, a partir desse dia foram 8 meses de tratamento, que na primeira consulta já encaminharam para uma biopsia e aí ela já internou, ficou com a cabecinha raspadinha, porque era na cabeça né... fez quimioterapia, foi emagrecendo e também não conseguindo andar, nem sentar, nem comer, eu brincava com ela colocando-a sobre meu corpo e indo de um lado para o outro, sempre cantava uma musiquinha assim “nas conchinhas lá do mar, nas estrelinhas do céu, no universo infinito... pois comigo Deus está”.
Resumindo ela não teve cura, e se foi aos 5 anos, todos na família ficamos meio “loucos”, descontrolados e até hoje sentimos a falta da nossa “Dayaninha”, eu não posso ver criança doente, ou filme que relate alguma doença e logo fico mal.
Bom agora digo que o médico no Japão me diagnosticou câncer na mama esquerda.
Graças a Deus ele estava errado.
Sempre ouvi histórias de pessoas que no Japão tiveram problemas com a medicina sabe... mais achava que seria difícil ser tão ruim assim, mais eles não sabem mesmo o que fazem, nos assustam e nos fazem perder a vontade de lutar.
Bom vamos esquecer a parte ruim, mais só para concluir quando o médico japonês me deu o diagnóstico eu não contei para meu marido e familiares, eu preferi ter certeza e agüentei a barra sozinha sabe, não sei por que mais fiz assim.
E então chegando aqui outra médica maluca me diagnosticou novamente, só que não achei que ela era uma boa médica, pois não havia nem sequer tocado direito minha mama, e muito menos tinha feito exame mais profundo e troquei de médico.
Acabei indo a um novo médico e aí as coisas foram se acertando, primeiro porque ele foi bem mais otimista, não adiantou nada antes de realizar um exame mais profundo e me acalmou.
Marquei o exame e fiz na sexta-feira passada, às 19h30min horas, o exame teve uma duração de 30 minutos e o médico que o fez disse que não é nada além de uma “placa mamária inflamada”, por isso cresceu numa velocidade enorme, pois era do tamanho de um grão de arroz e está agora do tamanho de uma bola de golfe, e isso é normal.
Quando o médico me disse que estava tudo bem e me mandou vestir a roupa, fui ao trocador de roupa, olhei-me no espelho que tinha lá e parecia que era outra pessoa, me achei bem, e nada mais importava! Saí chorando de felicidade e alívio!!!
Bom graças a Deus está tudo bem, vou passar novamente no médico levar o resultado do exame, e acho que me receitará um tratamento com medicamentos e poderei ter uma vida normal como antes, nada de doença incurável.
Estou muito bem obrigada!
Nesse tempo de nervosismo eu comi muito sabe, semana passada mesmo fiz alguns dias de dieta mais depois fomos numa churrascaria no domingo, toda a família, comemorar o aniversário de casamento dos meus pais, 34 anos de casados e minha saúde em dia!
Então realmente minha dieta começou na segunda-feira agora, dia 22 ne!
Mais está tudo bem, porque com saúde posso me esforçar e perder o que ganhei, tenho tempo e vou fazer tudo certinho, pois meu pé está doendo demais pelo peso em excesso, ele incha e dói demais.
Minha mãe é diabética e hipertensa, e tudo mais, toma muitos remédios para melhorar a saúde dela, tenho medo do mesmo caminho.
Cheguei aqui e me deparei com um livro que já li todinho, “A Dieta do Índice Glicêmico” de Rick Gallop, editora Sextante, alguém já leu? Prentedo comentar sobre viu... mais hoje já escrevi demais... Desculpem-me!
E por aqui tudo volta ao normal...

10 Comments:

Blogger M em dieta ! said...

Ola, ainda bem que não tens nada, ainda bem. Eu tambem senti um caroco, algo duro no peito e era algo rigido mas nada de mau. Obrigada pelos parabens. Ultimamente nao ando la muito bem. Em relacao ao peso relaxa, mais valei teres engordado do que teres algo no peito. *

25/1/07 00:01  
Anonymous lau! said...

Oie!!!
Nossa, graças a Deus!!! Olha, meu namorado é mestiço e tem mta gente morando no Japão da família dele...e todos dizem que a saúde por lá é super precária, um tio dele teve que vim para o Brasil se tratar do coração... Que bom que seu médico de lá estava errado!!!
E vc está no projeto, ja! Vamos recomeçar =] E com saúde!!!
Beijo e estou feliz por vc!!!

25/1/07 01:14  
Anonymous Luci Lacey said...

Oi

Moro nos USA, ha 6 anos, tenho meu blog ha 2 meses e gosto de fazer amigo.

Abracos

25/1/07 01:40  
Anonymous Andressa said...

Que maravilha em amiga!?!? gracas a Deus vc esta bem de saude .
Moro nos EUA e aconteceu algo semelhante comigo (a medica me falou q eu estava com um tumor na cabeca) mas nao tenho nada gracas a Deus, sei la esses medicos sao meio doidos...
bjs

25/1/07 04:06  
Anonymous cristiani said...

Oi Annie!! q bom ter sido apenas um susto...agora é bola pra frente!!! muito sucesso..alcancar seus objetivos.
Imagino q deve ter sido uma fase dificil já q vc nao contou pra ninguém da familia... mas passou.

Desejo tudo de bom pra sua nova etapa de vida....muito sucesso...
Sobre o indice glicemico..eu li um outro livro..a mulher perdeu 26 quilos em 4 meses....achei interessante....

bjs..

25/1/07 07:24  
Anonymous Vicky said...

Oi!
Pois eh, parece que todos nos que moramos fora do pais estamos sujeitos a essas aberracoes medicas... Eh soh ilusao de quem ficou no Brasil isso de que tudo no exterior eh melhor.

Gracas a Deus voce nao tem nada. O ataque eh a melhor defesa, acho que a unica coisa que podemos fazer eh nos alimentar bem e tentar manter uma vida saudavel de alguma forma. Pelo menos elimina alguns riscos.

Por via das duvidas, continuo pagando a minha Unimed mesmo indo ao Brasil soh uma vez por ano...

Vim retribuir a visita e gostei, voltarei mais vezes.

Fica com Deus.

25/1/07 13:06  
Blogger Gioconda said...

Graças a Deus mesmo amiga....

25/1/07 13:20  
Blogger Lu said...

Que barra hein Annie!
Mas Papai do Céu te abençoou e deu tudo certo. Quando vc disse que o caroço se desenvolveu rápido, lembrei do que o médico falou quando meu pai teve um tumor na próstata há uns anos atrás. Nós também ficamos apavorados, mas o médico disse que o tumor tinha o tamanho de uma laranja e se desenvolveu rápido, o que na grande maioria das vezes, quer dizer que é benigno.
Mil beijinhos,

25/1/07 13:24  
Blogger turbolenta said...

O título hoje era bem explícito.Apercebi-me logo que estava tudo bem e que o médico do Japão se tinha enganado.

Ainda bem que assim foi. Já pode respirar de alívio e viver da melhor maneira o tempo que aí vai ficar.
Pode divertir-se, passear e estar com a família, livre de preocupações.
beijinhos
tudo do bom para si e família.

25/1/07 20:14  
Anonymous Danielle Kouno said...

Oie Ju...
Eu li o teu blog e nao pude acreditar...
Ate que chegou por e-mail a boa noticia, gracas a Deus mesmo, eu sou pessima para dizer alguma coisa nas horas dificeis, como agora esta tudo bem, posso dizer-lhe, que e uma situacao muito complicada, e que eu ja sabia que tudo ia acabar bem.
Sabe Ju, quando o medico lhe deu aqueles 3 exemplos de pessoas que gostam ou nao da gente, eu pensei, ela esta sendo bem tratada, e tudo vai ficar bem...
Por outro lado e sempre bom os sustos que a vida nos da, ficamos mais fortes, e comecamos a perceber a vida com outros olhos, os olhos do amor, da bondade, da amizade, ou seja AMADURECEMOS, nao e mesmo...?

Eu tb passei por bons bocados aqui no Nihon, passei 10 dias sozinha dentro de um hospital, fui operada, sofri, chorei, me descabelei, e ao final de tudo, aprendi uma licao.
Eu sou muito mais forte do que eu mesma pensava ser, eu sou uma mulher de sorte, assim como voce, eu sei o quanto es especial, torci a distancia e calada, mas torci muito por ti viu?
Estou muito feliz de saber que nao passou de um susto...
Forca minina, espero que voce seja muito feliz nessa nova etapa de tua vida...
Beijinhus
Danielle

25/1/07 23:27  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home